Permanência Estudantil

Entrevista MedEnsina

Ex-aluno: Daniel Salvador Monteiro
Curso Graduação: Engenharia Aeronáutica – USP São Carlos
Ano de Ingresso na Graduação: 2012
E-mail: danielmonteiro90@hotmail.com

Época de vestibulares está chegando e sempre surge a dúvida para alguns

Prestar ou não vestibulares de faculdades fora de sua cidade ou até mesmo estado?

Muitas dúvidas possam surgir em relação a essa decisão como por exemplo: Como me manterei? Como é viver fora da casa do aconchego dos pais? Como é me relacionar com pessoas totalmente diferentes? Entre outras questões.

Espero que minha experiência possa ajudar de alguma forma à vocês que estão nessa fase.

Escolher o curso de universidades fora da cidade/estado natal?

Quando escolhi meu curso tive que ir já me acostumando com a ideia de morar fora, isto porque meu curso só tem fora da cidade de São Paulo, tendo um foco maior para o ITA e USP. Entretanto, sei que para muitos há a dupla possibilidade, especialmente quando o curso em questão tem melhores índices de ensino em universidades que são um pouco mais longes.

Diante da minha experiência eu sugiro que pense seriamente na possibilidade em se estuda fora, pois quando vejo os pró e contra, as vantagens sempre ganham.

PRÓS E CONTRAS

PRÓS: Basicamente resumo em 4

1

Mais uma possibilidade de conseguir o curso desejado e sonhado, pois abre um leque maior de possibilidades. Quando se está nessa fase de escolhas das universidades/vestibulares ao optar pela possibilidade de se estudar fora o número de universidades e vagas disponíveis aumentam, logo suas chances também. Ir em busca dos seus sonhos acredite, não tem preço. Não tente cair na bobeira de fazer um curso que não curta, pois as consequências serão para a vida toda.

3

Amadurecimento pessoal em que você acaba tendo que resolver seus próprios problemas de maneira mais independente, pois seus familiares e amigos antigos estão longes, além de mudar sua visão crítica sobre o mundo e as pessoas ao seu redor ao sair de sua rotina. Muitos problemas surgiram, grandes e pequenos, e querendo ou não você acaba deixando de ligar e correr para os braços dos pais (a não ser que a coisa fique feia hahaha). Eu diria que você acabar se tornando um ser mais maduro com uma visão mais aprofundada sobre o mundo e sobre você mesmo, pois acaba se conhecendo melhor.

2

Infelizmente muitos cursos que tem bons índices de ensino estão fora do lugar onde você nasceu e para buscar as melhores oportunidades você tem que batalhar e ir atrás. Existe muitos cursos em que estão presente em universidades espalhadas pelo Brasil todo em que é mais forte em determinado local em detrimento de outro, sendo assim, se você busca o melhor tem que dar o seu melhor também. Em relação a universidades públicas há um adendo que gostaria de falar: ela abre muitas possibilidades para estágio, intercâmbio, iniciação científica, atividades extra curriculares, monitorias, enfim, uma infinidades de opções para você sair com uma melhor formação. E talvez, você terá que ir atrás vivendo fora.

4

Grande amadurecimento interpessoal, pois morar fora normalmente exige a disponibilidade de morar com outras pessoas em um mesmo espaço o que acaba surgindo também novas amizades nesse processo. Normalmente para aqueles que vem de outras cidades e estados algumas das oportunidades que citei no item anterior podem ajudar.

Permanência estudantil: Na unidade da USP São Carlos uma comissão dos próprios alunos que gerenciam essa parte mais burocrática. Eles te pediram para que traga alguns documentos que eles exigem para o processo. São algumas possibilidades: Auxílio Alimentação, Auxilio Livros, Auxílio financeiro (para morar em repúblicas fora da universidade) ou Auxilio Moradia sendo uma vaga no alojamento da universidade. Auxilio Alimentação todos conseguem, Auxilio livros quase ninguém consegue, pois são extremamente poucas vagas, mas existe nossa mãe biblioteca para nos ajudar, já os outros dois você só pode ter um ou outro (financeiro ou moradia). Caso você opte pelo auxílio financeiro e não o consiga por conta da concorrência, normalmente eles te realocam para o alojamento, ou seja, dificilmente você fica de fora. Vale ressaltar que o auxílio financeiro é uma ajuda o que resulta em ter que dividir uma casa ou apartamento. A classificação envolve uma série de análises que não sei dizer ao certo como funciona, mas que está envolvido diretamente com a sua renda.

CONTRAS: Basicamente também resumo em 4, mas que podem ser resolvidos e contornados

1

Inicialmente você pode encontrar dificuldade financeira quando se chega, pois não tem noção de onde e como procurar ajuda, mas que depois pode ser resolvido esse problema. Como disse anteriormente, a ajuda da permanência estudantil pode resolver este problema. Portanto, ao chegar na universidade sugiro que vá imediatamente para o local da assistência social do sua unidade para se informar, pois cada faculdade/unidade lida de uma forma diferente, sendo assim, ela te informará certinho como proceder.

3

Lidar com serviços que por vezes em casa nossa mamãe querida faz: cozinhar, lavar roupa, arrumar casa e suas coisas, compras, etc. Talvez você more em casa e não se envolva com os serviços domésticos, eis ai uma grande oportunidade de ser PHD no assunto. No início será tenso porque você não saberá de nada e terá que aprender na marra. Com o tempo seus amigos e familiares te admirarão por sua mudança, além do mais isso te ajudará na hora de um possível intercâmbio, pois em relação a isso você estará mais preparado.

2

Caso seja muito apegado à família e amigos a saudade pode bater. Normalmente isso ocorre com maior frequência no começo da sua jornada morando fora, ou depois de alguns meses sem voltar pra casa. Com o tempo seu coração fica mais forte acredite, mas não quer dizer que ele se tornará uma pedra, pelo contrário você valorizará cada momento ao lado das pessoas queridas. Hoje em dia existe Skype, WhatsApp, Viber, FaceBook entre outros meios para ajudar com a saudade. Concordo que não é a mesma coisa que o ao vivo, mas faz parte da vida.

4

Ter que saber abrir mão de algumas coisas do seu jeito de ser para lidar com outras pessoas totalmente diferentes de você. Seja morando em uma república fora da universidade ou seja morando no alojamento da faculdade, você acabará tendo que conviver com pessoas diferentes de você. Muitos dos jeitos de ver e lidar com as coisas você terá que aturar. A paciência é treinada diariamente. O legal disso tudo é que com o decorrer do tempo você acaba vendo o mundo por outros olhos.

Espero que tenha ajudado, mas se por ventura ainda restam dúvidas e eu puder ajudar me mande um e-mail que coloquei no início.

Força na peruca e não tenha medo de ser feliz. Você é mais forte do que imagina, teste seus limites!

Beijos e Abraços